Seja bem-vindo(a), Faça login

Nossa história

Seja muito bem vindo a Boutique do Patchwork!

Sou a Michelle Lanzoni (mas pode me chamar de Mi), antes de contar como nasceu a Boutique, quero dividir com vocês um pouquinho da minha história, pois a essência da Boutique está muito associada a ela.
 
Sou do interior de São Paulo e desde criança muito sonhadora e batalhadora, apesar de ter tido uma infância muito simples e sem acesso a recursos sempre tive objetivos de crescer na vida. Para chegar onde estou tive que superar muitos obstáculos e dificuldades. Comecei trabalhar aos 11 anos de idade e posso dizer que já fiz de quase tudo nessa vida, como por exemplo: plantar flores na roça, vender verduras de porta em porta, vender pastel e gelatina na porta da escola, doméstica, empacotadora em supermercado, balconista em papelaria, recepcionista, entre outros.
 
No último ano do colegial tinha bem claro em minha mente que seria necessário estudar muito para ser alguém na vida e que precisaria mudar para uma cidade maior. Por ocasião do destino fui morar em São Bernardo do Campo, uma cidade do ABC Paulista. Lá tudo era absolutamente novo para mim. Com a cara e coragem fui em busca de um trabalho. Passei um dia inteiro entregando currículos em um shopping e por sorte ou melhor por sincronicidade a gerente de uma das lojas decidiu me dar uma chance após eu contar minha história.
 
Com muitas dificuldades financeiras consegui ingressar na faculdade de Direito. Estudava de manhã e trabalha no período da tarde e noite. Mas a vida é uma caixinha de surpresas e tem coisas que acontecem porque precisam acontecer. Conheci meu marido e acabei ficando grávida, o que me obrigou a suspender temporariamente os sonhos de continuar os estudos. Nove meses depois fui abençoada com a chegada do Felipi e ao retornar da licença maternidade recebi a proposta de trabalhar como recepcionista no escritório da rede de lojas que trabalhava. Com meu esforço e dedicação consegui me desenvolver nessa função, até ser promovida para assistente de compras. Foi quando me identifiquei com as atividades administrativas e decidi que quando retornasse para a faculdade iria fazer Administração de Empresas ao invés de dar continuidade no curso de Direito.
 
Fiquei na empresa por mais um tempo, mas por indicação da minha amiga Thatá Monteiro fui trabalhar em uma empresa do setor TI, onde pude me desenvolver profissionalmente e com o reconhecimento do meu trabalho pude retornar à faculdade, o que não seria possível sem a ajuda da empresa (sou muito grata pela oportunidade). No meu quarto ano da faculdade decidi ser mãe novamente. Confesso que foi uma loucura porque além de trabalhar fora e estudar tinha bastante responsabilidade com a vida de mãe, de dona casa e esposa. Naquela época meu foco principal era ser bem sucedida na carreira profissional e não media esforços para isso. Entretanto, no dia em que retornei da licença maternidade fui desligada da empresa. A princípio fiquei extremamente decepcionada, pois tinha me dedicado muito e não conseguia entender o porque da situação (hoje entendo perfeitamente rs).
 
Nesta fase faz todo sentido dizer que "nasce um filho nasce um empreendimento". A segunda maternidade me transformou como mulher, pois queria estar mais perto dos meus filhos. Conheci o Patchwork e me redescobri. Nasceu ali uma paixão por tecidos, linhas e botões. Apesar de ser do interior nunca me imaginei pregando um botão que fosse. Comecei a pesquisar sobre o assunto na internet com o intuito de aprender a costurar e não demorou muito lá estava eu costurando babadores e outras peças. Na incessante busca por conhecimento fez aflorar em mim a vontade de empreender. Vi nessa arte a possibilidade de me realizar como pessoa, como profissional e também de tornar a oportunidade em algo rentável. Então criei a fanpage da Boutique do Patchwork para divulgar meus trabalhos e para compartilhar dicas para outras artesãs.
 
Quase um ano após o nascimento do Thiago, precisei voltar para o mundo corporativo e por isso fui tocando o empreendimento criativo em paralelo. Apesar de amar as atividades que fazia, não me sentia completa por dois motivos: primeiro porque queria ficar mais próximo dos meninos e acompanhar de perto o crescimento deles e segundo porque que me sentia limitada a ajudar poucas pessoas com meu conhecimento, pois descobri também com a segunda maternidade que meu propósito de vida é ajudar as pessoas e poderia fazer isso através da Boutique, compartilhando conhecimento e inspirando pessoas (e claro sem ser hipócrita também queria ser remunerada através das minhas costuras, afinal era um trabalho como qualquer outro).
 
Depois de um ano no mundo corporativo tomei a decisão de focar no meu negócio criativo. Confesso que não foi uma caminhada fácil, no começo não tinha o apoio das pessoas ao meu redor, muitos me achavam louca, estudar anos na faculdade e depois largar a carreira já encaminhada pra trabalhar em casa costurando. Foram muitas provações, mas desde o inicio sabia que não seria mamão com açúcar, sabia que teria que esforçar muito para chegar onde queria e para conquistar os sonhos que haviam brotado em torno disso.
 
Graças a Deus e ao universo fui tendo um retorno super positivo, o que fez acreditar que estava no caminho certo.
 
A vida é uma caixinha de surpresas e mais uma vez as coisas foram tomando outros rumos. Ao divulgar minhas "costurices" era constante receber as perguntas: Onde você compra seus lindos tecidos? Onde você compra seus materiais? Você consegue comprar e enviar pra mim? E foi assim que nasceu a oportunidade de viver minha paixão por tecidos de um outro ângulo. Na busca incessante por ajudar as amigas costureirinhas que moram em outros estados, foi ficando cada vez mais complicado conciliar encomendas e quando percebi já tinha virado fornecedora de tecidos e afins.
 
Nesse processo de mudança algumas pessoas passaram a fazer parte da familia Boutique do Patchwork, minha sócia Glaucia e meu sócio Osmar, sem o apoio e a ajuda deles nada disso seria possível, gratidão sempre.


Desde novembro de 2015 nos dedicamos a buscar no mercado produtos de qualidade, tornando-os acessíveis para as artesãs de todo Brasil, as quais produzem peças das mais variadas técnicas e não somente em Patchwork.
 
Ver nossa matéria prima transformada em criatividade nos deixa extremamente satisfeitos e orgulhosos, porque dentre tantas possibilidades ter sido escolhidos pelas clientes para participar de seus projetos é um privilégio muito grande, pois cada tecido e material é selecionado com o maior carinho e com isso nos sentimos conectados às pessoas que confiam na gente para transformar seus sonhos em realidade.
 
A felicidade das nossas clientes é sem sombra de dúvidas nossa felicidade.
 
A Boutique é uma empresa familiar, trabalhamos para que tudo seja perfeito para você e buscamos melhorar a cada dia.



"E o bonito desta vida é poder costurar sonhos, bordar histórias e alinhavar alegrias."

 

Com carinho,

Família Boutique do Patchwork